Mercado abrirá em 6 h 35 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,29
    -0,07 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.838,60
    +8,70 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    36.463,90
    +22,16 (+0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    716,26
    -18,89 (-2,57%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    29.722,27
    +859,50 (+2,98%)
     
  • NIKKEI

    28.646,24
    +404,03 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.931,00
    +128,75 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4045
    +0,0092 (+0,14%)
     

Biden diz que grande violação de dados representa "grave risco" para os EUA e promete resposta

.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta terça-feira que uma violação generalizada de dados do governo aparentemente realizada pelo governo russo representa um "grave risco" para a segurança nacional que não pode "ficar sem resposta".

Em uma entrevista coletiva, Biden culpou o presidente Donald Trump por retirar as defesas norte-americanas contra ataques cibernéticos, afirmando: "Esse ataque ocorreu sob a vigilância de Donald Trump, quando ele não estava acompanhando."

Biden disse que seu governo tomará medidas significativas para responder à violação.

(Por Brad Heath)