Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.650,66
    -1.461,71 (-3,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Biden anuncia a doação de 80 milhões de vacinas para outros países

·2 minuto de leitura
Biden anuncia a doação de 80 milhões de vacinas para outros países
Biden anuncia a doação de 80 milhões de vacinas para outros países

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou que o país vai doar cerca de 80 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para outros países. O chefe de estado afirmou que os imunizantes da Moderna, da Pfizer, da Janssen e AstraZeneca vão ser mandados para outras nações nos próximos dois meses.

Até o momento, doses da AstraZeneca já foram enviadas para o Canadá e México. Isso ocorreu pois o imunizante ainda não foi aprovado pela FDA, a agência reguladora dos EUA, com função semelhante a da Anvisa.

Agora, Biden diz que vai expandir as doações para outras vacinas e vai contar com a OMS e a iniciativa Covax para fazer a distribuição de forma igualitária entre outros países do mundo. O presidente ainda disse que vai conversar com outros chefes de estado para ampliar os esforços no combate ao vírus.

Joe Biden e a doação de vacinas

“Os EUA nunca estarão totalmente seguros até que a pandemia esteja sob controle globalmente. Nenhum oceano é largo o suficiente, nenhum muro é alto o suficiente para nos manter seguros. Doença e morte fora de controle em outros países pode desestabilizá-los e nos posar risco também”, disse Biden no anúncio.

Leia mais:

Biden explicou que planeja doar as doses excedentes de vacinas para outros países e que a pandemia não vai acabar até que todos estejam vacinados. O presidente ainda explicou que precisa da colaboração de outros países para aumentar a produção de imunizantes.

“Pediremos a outras nações para partilharem o custo econômico desse esforço, mas isso nos ajudará a vencer a pandemia e nos deixará a capacidade de produção para nos preparar para a próxima crise. Os Estados Unidos continuarão a doar o estoque excedente conforme esse estoque nos for entregue, mas isso não será o suficiente”, afirmou.

Biden disse que pelo menos 60% dos americanos já receberam pelo menos uma dose das vacinas contra a Covid-19 e, pela primeira vez desde o começo da pandemia, o número de novos casos caiu em todos os 50 estados dos Estados Unidos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!