Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.637,53
    +3.104,04 (+6,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

BID prepara empréstimos de descarbonização para América Latina

James Attwood
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O BID Invest está em negociações para lançar os chamados empréstimos de descarbonização para projetos na América Latina, quando a instituição multilateral busca ajudar a região a cumprir as metas climáticas e acelerar a substituição de ativos de combustíveis fósseis.

“Em energia, estamos conversando com diferentes clientes no Chile e na Costa Rica”, disse a diretora de investimentos, Gema Sacristán, em entrevista. “Nosso foco na indústria de transporte são os sistemas de ônibus elétricos.”

O braço do Banco Interamericano de Desenvolvimento que investe em projetos do setor privado de pequeno e médio porte acaba de fechar seu primeiro acordo desse tipo com uma produtora chilena de energia, fornecendo US$ 125 milhões para uma unidade da Engie, destinada a um parque eólico perto da cidade de Calama. O pacote fornece incentivos para o fechamento de usinas movidas a carvão e também permitiria que a Engie compartilhasse qualquer aumento no preço mínimo do carbono no caso da criação de um mercado regulado durante a vigência do empréstimo.

O BID Invest espera conceder mais empréstimos de descarbonização neste ano. “Já estamos conversando com vários clientes e essa transação despertou muito interesse”, disse Sacristán.

Enquanto o BID Invest trabalha em mais empréstimos, sua instituição irmã trabalha com autoridades da região em políticas para ajudar a cumprir as metas de carbono. O objetivo é que outros bancos sigam o exemplo para apoiar a transformação de energia, disse.

Hidrogênio verde e baterias são outras áreas nas quais o BID Invest está interessado em apoiar, com discussões em andamento com autoridades chilenas. O país estima que poderá precisar de US$ 220 bilhões em investimentos em hidrogênio verde nos próximos 20 anos, criando 100 mil empregos.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.