BID concede US$ 100 milhões à espanhola Isolux para projetos em Brasil e Peru

Washington, 21 dez (EFE).- O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou nesta sexta-feira a concessão de um crédito corporativo de US$ 100 milhões de dólares à empresa espanhola de engenharia Isolux para o financiamento de projetos de energia renovável no Brasil e no Peru.

Parte do financiamento será usada para a construção da nova linha de transmissão Taubaté-Nova Iguaçu, de 500 kV. Durante a construção, o projeto vai gerar 1.400 postos de trabalho.

"O empréstimo não só vai fortalecer a segurança energética da região, mas também ajudará para que uma companhia internacional siga construindo fontes de energia renovável e infraestrutura de energia na América Latina em momentos em que a recessão do mercado financeiro mundial torna difícil a mobilização de financiamento adequado", disse Valentina Sequi, chefe da equipe do projeto do BID.

Com este recurso também será feita a instalação das novas usinas de geração de energia solar de Majes e Repartición, no Peru, com um total de 40 MW de capacidade. Trata-se das primeiras instalações de energia solar em grande escala na América Latina.

Além de diversificar a matriz de energia do Peru, as usinas vão reduzir anualmente em 40.000 toneladas as emissões de C02 e criarão 260 postos de trabalho na construção, informou o BID em nota oficial.

O empréstimo do BID foi outorgado a um prazo de sete anos, e inclui um período de carência de dois anos. EFE

Carregando...