Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.885,11
    +1.815,42 (+1,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.598,03
    +0,74 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,75
    +3,49 (+5,27%)
     
  • OURO

    1.779,20
    -4,70 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    49.166,64
    +98,61 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.269,95
    +9,79 (+0,78%)
     
  • S&P500

    4.595,23
    +56,80 (+1,25%)
     
  • DOW JONES

    35.233,06
    +652,98 (+1,89%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.848,00
    +130,25 (+0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4192
    +0,0239 (+0,37%)
     

Bia Maia volta ao top 100 após dois anos. Carol Meligeni tem melhor desempenho

·1 min de leitura


Beatriz Haddad Maia confirmou, nesta segunda-feira, seu retorno ao top 100 do ranking mundial apósacampanha com oitavas de final no WTA 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, onde derrubou a terceira do mundo, a tcheca Karolina Pliskova.

Bia subiu 21 posições e está no 94º lugar com 810 pontos. É a primeira vez desde setembro de 2019 que Bia está no grupo das 100 melhores. Nesse período ela foi suspensa por doping e ficou até o segundo semestre do ano passado sem competir.

A gaúcha Gabriela Cé subiu duas posições indo ao 275º posto e passou Laura Pigossi que caiu 12 e é a 287ª.

Carol Meligeni Alves, da ADK Tennis, subiu 24 e é a 313ª seu melhor ranking superando o 317º de meses atrás. Ela somou a semifinal do primeiro torneio de Lima, no Peru.

A australiana Ashleigh Barty segue na liderança seguida por Aryna Sabalenka e Karolina Pliskova. A campeã de Roland Garros, a tcheca Barbora Krejcikova, subiu um posto e é a quarta seguida por Garbiñe Muguruza, Elina Svitolina e Maria Sakkari. A tunisiana Ons Jabeur subiu seis com a semi em Indian Wells e é a oitava, a primeira árabe no top 10 na história. Belinda Bencic (9ª) e Naomi Osaka (10ª) completam o top 10. Iga Swiatek perdeu pontos do título de Roland Garros de 2020 e caiu sete ficando no 11º lugar. Angelique Kerber subiu três e é a 12ª. Campeã de Indian Wells, Paula Badosa subiu 14 e é a 13ª do mundo. Victoria Azarenka ganhou seis posições com o vice e é a 26ª.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos