Mercado fechado

Bia Kicis publica imagem de Moro e Mandetta pintados de negro e ex-ministro responde: 'Racista e chula'

João de Mari
·2 minutos de leitura
A publicação no Diário Oficial não explica o motivo para a dispensa da deputada (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Nas redes sociais, a reação também foi imediata com milhares de acusações de preconceito e de black face, prática racista ligada à ridicularização de pessoas negras (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) publicou, neste domingo (27), uma montagem com os rostos dos ex-ministros Sérgio Moro e Luiz Henrique Mandetta pintados de negro. Ela sugeriu que dessa maneira os dois poderiam buscar vagas de emprego na rede Magazine Luiza, referindo-se ao programa de trainee da empresa apenas para pessoas negras, anunciado na semana passada.

Ainda no domingo (27), Mandetta respondeu o que a deputada chamou de “piada”. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ex-ministro da Saúde disse que Kicis é uma “racista nauseabunda”. “Racista nauseabunda. Chula. Pequena. Inútil. Abjeta. RACISTA!!!!!”, afirmou.

Nas redes sociais, a reação também foi imediata com milhares de acusações de preconceito e de black face, prática racista ligada à ridicularização de pessoas negras. "Bia kicis usa da imunidade parlamentar para praticar o racismo explícito, uma racista uma nojenta essa criatura tem que ser presa”, escreveu um usuário do Twitter.

A montagem publicada pela deputada em seu Twitter mostra o rosto de Mandetta, com uma peruca e a mensagem: “Sem emprego e cansado de errar o pico, Mandetta mudou de cor e manda currículo para Magazine Luiza”.

Leia também:

Na mesma imagem, o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, também aparece pintado. "Desempregado, blogueiro Sérgio Moro faz mudança no visual para tentar emprego no Magazine Luiza", diz texto da montagem.

A deputada, por sua vez, usou suas redes sociais para se defender e acusou a Magazine Luiza de ser racista.

"O povo não consegue mais entender um meme. Sabe quem é racista? A Magazine Luiza e quem mais achar que os negros precisam de favor e ter vaga exclusiva para emprego porque não têm capacidade intelectual. Nem falem quem é falta de oportunidade porque pobre branco tem as mesmas dificuldades", escreveu, em seu perfil no Twitter.