Mercado abrirá em 4 h 52 min
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,29
    +0,47 (+0,56%)
     
  • OURO

    1.818,50
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.793,77
    -417,79 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,74
    +3,01 (+0,29%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.207,59
    -175,73 (-0,72%)
     
  • NIKKEI

    28.333,52
    +209,24 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    15.552,25
    -43,50 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3101
    -0,0073 (-0,12%)
     

Beyond Meat está entre empresas americanas mais vendidas

·2 min de leitura
A staff member displays a burger with a Beyond Meat plant-based patty at VeggieWorld fair in Beijing, China November 8, 2019. Picture taken November 8, 2019. REUTERS/Jason Lee
A staff member displays a burger with a Beyond Meat plant-based patty at VeggieWorld fair in Beijing, China November 8, 2019. Picture taken November 8, 2019. REUTERS/Jason Lee
  • Beyond Meat é uma das ações mais vendidas do mercado, de acordo com a S3 Partners

  • Posições vendidas são 37% das ações negociadas livremente da Beyond Meat

  • Ações da empresa, no entanto, despencaram após divulgação de prejuízo trimestral

A Beyond Meat, empresa de proteínas à base de plantas, atualmente é uma das ações mais vendidas do mercado, de acordo com dados da empresa de análise S3 Partners. As posições vendidas representam 37% das ações negociadas livremente da empresa - a maior proporção entre as ações incluídas no Russell 1000 Index. Segundo a Bloomberg, isso aumentou de 26% em outubro. Principalmente depois que os investidores aumentaram a aposta contra a Beyond Meat, devido a preocupações com uma queda nas vendas e o baixo impulso para os produtores de carne à base de vegetais.

Leia também:

Queda nas ações

As ações da Beyond Meat caíram mais de 30% desde outubro, quando a empresa reduziu sua previsão de receita para o terceiro trimestre. Na época, a empresa citou os efeitos negativos da pandemia do Covid-19, atrasos nas remessas e escassez contínua de mão de obra.

Nos últimos 12 meses, as ações da Beyond Meat caíram mais de 40%. Em novembro, por exemplo, as ações da empresa despencaram depois que a mesma divulgou um prejuízo trimestral maior do que o esperado, de US$ 54,8 milhões (cerca de R$ 505 milhões), e vendas que ficaram aquém das expectativas de Wall Street.

Aumento nas apostas

A desaceleração no crescimento das vendas é uma das principais razões para o aumento das apostas contra a Beyond Meat, de acordo com o notável vendedor Jim Chanos. Em entrevista ao Financial Times, ele ainda disse que os investidores esperavam uma melhora nos números das empresas de carne à base de vegetais, pois eles ganharam aceitação entre os consumidores.

“O problema no caso da Beyond Meat é uma justaposição da realidade versus a esperança”, disse Chanos. A Beyond Meat, por sua vez, continuou lançando novas parcerias nos últimos meses - esta semana, o KFC adicionou “Beyond Fried Chicken” à base de vegetais ao seu menu de forma limitada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos