Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.837,70
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    18.982,29
    +87,78 (+0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Democrata "previu" que Trump alegaria vitória não concretizada: "espero que todos ouçam isso"

·2 minuto de leitura
Foto: Jabin Botsford/The Washington Post via Getty Images
Foto: Jabin Botsford/The Washington Post via Getty Images

Após a declaração de Donald Trump dizendo que vencendo a eleição mesmo longe do fim das apurações, internautas por todo o mundo destacaram uma “profecia” feita pelo democrata Bernie Sanders, político que disputou com Biden a vaga de adversário de Trump na eleição norte-americana deste ano.

No último dia 24 de outubro, em um dos programas de entrevistas mais famosos dos EUA e do planeta, Bernie Sanders afirmou ao entrevistador Jimmy Fallon que temia que Trump alegasse vitória longe de possuir os 270 votos do colégio eleitoral necessários para tal.

Leia também

Questionado sobre a grande quantidade de votos antecipados e por correio, Sanders revelou preocupação com a postura de Trump diante de um cenário no qual o resultado final demorasse talvez dias para se concretizar.

Antes de responder concretamente, Sanders ressaltou que sua visão como político é de que cada voto deveria ser contabilizado, não importando quanto tempo demorasse.

“Por razões que não temos tempo para nos aprofundar nesse noite, teremos a seguinte situação. Eu suspeito que em estados como Pensilvânia, Michigan, Wisconsin, entre outros, teremos uma enorme quantidade de votos por correio. Por outro lado, na Florida e em Vermot, o cenário será diferente. Isso significa que teremos diversos Estados lidando com milhões de votos por correio".

Diante desse cenário, Sanders prosseguiu. “Aqui está minha preocupação. Os estudos mostram que, por diversas razões, democratas estão mais inclinados a votar por correio. Republicanos estão mais inclinados a votar presencialmente. É provável que os primeiros votos a serem contabilizados sejam de pessoas que votaram no dia 3 (dia oficial do pleito), portanto Republicanos", ponderou Sanders.

Ao fim de sua análise, Sanders ‘anteviu' exatamente o que aconteceu nas primeiras horas dessa quarta-feira (04).

“Aqui está meu medo e espero que todos ouçam isso. Pode ser, eu não sei o que vai acontecer, ninguém sabe. Mas pode ser que, passadas algumas horas de apuração, se Trump estiver vencendo em Michigan, Pensilvânia, Wisconsin, ele vá até a televisão e diga “Obrigado aos norte-americanos por me reelegerem. É o fim, tenham um bom dia", afirmou Sanders.

Com a apuração longe do fim, Trump alegou uma vitória sem base estatística e disse que iria à Suprema Corte pra evitar o que chamou de “fraude, algo previsto por Sanders novamente.

“Contudo, no outro dia, todos os votos por correio começam a ser contados e acontece que Biden venceu nos Estados que mencionei. Aí Trump dirá: ‘Viram? Eu disse que a coisa toda era uma fraude. Eu avisei sobre os votos por correio'. Portanto, é isso que me preocupa e preocupa a outros tantos", ressaltou o democrata numa ‘profecia’ muito apurada.