Mercado abrirá em 6 h 49 min

BeReal: rede social deixa de funcionar e se recusa a explicar falha

BeReal: rede social deixa de funcionar e se recusa a explicar falha
BeReal: rede social deixa de funcionar e se recusa a explicar falha

Na última quarta-feira (21), o aplicativo BeReal passou por um longo período de pausa em suas atividades que deixou seus usuários confusos, entretanto, ao se pronunciar sobre a situação, a empresa publicou um tweet dizendo apenas “sim, estamos nisso”.

Nos últimos meses, o aplicativo francês subiu ao topo da App Store e deixou para trás alguns concorrentes como o Instagram, TikTok e Facebook algumas vezes. Porém, a empresa ganhou a reputação de não ser muito comunicativa e transparente, até mesmo com os próprios usuários.

Leia mais:

Depois da interrupção repentina nas atividades, o BeReal não se manteve disponível a oferecer uma entrevista à imprensa, porém, está aberto a briefings off-the-record.

Enquanto o aplicativo parou, os usuários mais assíduos dominaram as respostas no post do Twitter, no qual a empresa “se pronunciou”, e pediram mais detalhes. Outras pessoas subiram a hashtag #BeRealDown junto com as suas reclamações sobre a plataforma.

BeReal
Crédito: BeReal

É de imaginar que a equipe responsável pelo funcionamento do BeReal poderia estar tentando resolver qualquer que tenha sido o problema técnico, para que depois consigam responder quaisquer perguntas, mas a pausa foi resolvida algumas horas depois.

Com a situação aparentemente sob controle, a única comunicação que a empresa fez com o público foi novamente atrás de um tweet dizendo: “tudo bem agora”.

BeReal: conheça a rede social que promove a vida como ela é

Quem nunca encontrou ‘postagens artificiais’ no InstagramTikTok e Facebook? Seja com uma pessoa usando filtros ou até mesmo editando fotos para tirar algumas imperfeições da sua fisionomia ou do local onde fez o clique. Para combater estas coisas e promover a vida como ela é, Alexis Barreyat e Kévin Perreau criaram a BeReal (Seja Real, na tradução para português) em 2020, na França.

Dois anos depois, a rede social começa a cair nas graças dos usuários e, após figurar entre os aplicativos mais baixados da App Store e da Google Play Store, está bombando nos Estados Unidos.

Para saber mais, acesse a reportagem do Olhar Digital

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!