Mercado fechado

Belo sobre a prisão da filha por golpes: "Estou triste, mas disposto a ajudá-la"

Lucas Pasin
·1 minuto de leitura
Belo e a filha, Isadora Alkimin, presa acusada de dar golpes (Foto: Reprodução/Instagram @belo)
Belo e a filha, Isadora Alkimin, presa acusada de dar golpes (Foto: Reprodução/Instagram @belo)

A notícia da prisão de Isadora Alkimin, filha mais nova de Belo, pegou o cantor de surpresa na quarta-feira (11). Ela foi detida, de acordo com a colunista Fábia Oliveira, em uma operação da Delegacia de Combate às Drogas, no Rio de Janeiro, acusada de integrar uma quadrilha criminosa especializada em golpes eletrônicos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Em conversa exclusiva com o Yahoo nesta quinta-feira (12), o pagodeiro disse estar 'muito triste e abalado' com a notícia, mas revelou que está se informando sobre tudo e se colocando à disposição para ajudar a filha.

Leia também

"Num primeiro momento preciso entender o que está acontecendo para tentar ajudá-la no que for preciso. Estou muito triste e abalado", disse o artista, que explicou: "Apesar dela morar com a mãe em São Paulo, ela sempre foi muito presente com a gente aqui no Rio. Ela mora muito bem com a mãe dela, faz faculdade de odontologia e tem uma vida bem regrada, desde sempre. Estou já me colocando a disposição para ajudar em tudo que eu puder fazer."

Ainda de acordo com notícia publicada por 'O Dia', 12 mulheres foram presas na operação pela Polícia Cívil do Rio de Janeiro. O golpe aplicado pelas mulheres levavam as vítimas a repassar dados bancários e cartões de crédito a motoboys. Elas teriam lucrado cerca de R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês.

A quadrilha foi detida após uma denúncia anônima que levou policiais a uma 'central' de golpes na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Izadora responderá pelo crime de organização criminosa.