Mercado fechará em 2 h 42 min
  • BOVESPA

    103.639,08
    +1.723,62 (+1,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.413,40
    +714,68 (+1,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,56
    +2,38 (+3,60%)
     
  • OURO

    1.788,60
    +12,10 (+0,68%)
     
  • BTC-USD

    59.039,43
    +1.923,91 (+3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.504,21
    +35,13 (+2,39%)
     
  • S&P500

    4.650,80
    +83,80 (+1,83%)
     
  • DOW JONES

    34.992,76
    +509,04 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.153,18
    +93,73 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.372,25
    +221,75 (+1,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3718
    +0,0018 (+0,03%)
     

Bebês choram dentro do útero?

·1 min de leitura

Quando os autores por trás de um aritgo publicado na revista científica Archives of Disease in Childhood perceberam que um feto de 33 semanas tinha expressões faciais parecidas com as de um choro, uma questão veio à tona: será que os bebês conseguem chorar ainda dentro do útero?

Basicamente: não, os bebês não conseguem. Isso porque a bolsa amniótica (a estrutura membranosa que envolve os embriões) é cheia de líquido, e os fetos simplesmente não conseguem respirar fundo, encher os pulmões e vibrar o ar através das cordas vocais para produzir o choro, que só vem depois que o bebê nasce.

Bebês só conseguem chorar depois de deixarem o útero (Imagem: Rawpixel)
Bebês só conseguem chorar depois de deixarem o útero (Imagem: Rawpixel)

De qualquer forma, outros estudos analisaram os fetos no útero e notaram que essas expressões faciais se desenvolvem em torno de 24 a 35 semanas, e sua complexidade aumenta com o passar da gestação. No entanto, os movimentos são sutis demais para serem sentidos pela mãe. A aposta dos especialistas é que o fato pratica os movimentos faciais do choro antes do nascimento, preparando-o para se tornar funcional para quando respirar pela primeira vez fora do útero.

Os estudos não conseguiram responder se, em meio a essas expressões faciais, o bebê está tentando vibrar as cordas vocais, ou se essas expressões estão de alguma forma relacionadas a dor/desconforto. Já no que diz respeito ao choro e ao sorriso intencionais, justamente para manifestar uma emoção, os especialistas afirmam que só se aprende por meio da interação com outras pessoas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos