Mercado abrirá em 5 h 28 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,03
    +1,77 (+2,67%)
     
  • OURO

    1.781,30
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    48.764,53
    -826,71 (-1,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.254,58
    -187,18 (-12,98%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.470,70
    -295,99 (-1,25%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.747,00
    +29,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3779
    -0,0174 (-0,27%)
     

Bebê mais prematuro da história entra para o livro dos recordes; veja!

·2 min de leitura

Em 5 de julho de 2020, no Alabama (EUA), nasceu Curtis Zy-Keith Means, com apenas 21 semanas. Nesta semana, ele passou a fazer parte do Guinness World Records como o bebê mais prematuro da história a sobreviver. Hoje com pouco mais de um ano de idade, Curtis ainda precisa da ajuda de um tubo para se alimentar e respirar.

O bebê nasceu pesando apenas 420 gramas, o que corresponde a sete vezes menos do que o peso normal de um recém-nascido. Ele foi mantido sob ventilação mecânica (suporte oferecido, por meio de um aparelho, ao paciente que não consegue respirar espontaneamente por vias normais) por três meses, e só pôde voltar para casa depois de passar nove meses no hospital.

A mãe ainda estava grávida de gêmeos. O outro bebê, que ganhou o nome de C'Asya, morreu um dia após o nascimento. O parto aconteceu na University of Alabama at Birmingham. "Tenho feito isso há quase 20 anos, mas nunca vi um bebê tão jovem ser tão forte quanto Curtis", afirma o Dr. Brian Sims, neonatologista que supervisionou o parto.

(Imagem: University of Alabama at Birmingham)
(Imagem: University of Alabama at Birmingham)

Dr. Colm Travers, professor assistente na divisão de neonatologia da universidade, acrescenta que a sobrevivência nessa idade gestacional nunca aconteceu antes, portanto, antes de Curtis nascer, suas chances de sobrevivência teriam sido bem inferiores a 1%.

Guinness World Records

O Guinness World Records é o livro que registra os recordes mundiais. O recorde de bebê mais prematuro do mundo era ocupado anteriormente por Richard Hutchinson, de Wisconsin (EUA), que nasceu com 21 semanas e dois dias. Antes de Richard, o recorde permaneceu ininterrupto por 34 anos, ocupado por um menino nascido em Ottawa, Canadá, com 21 semanas e cinco dias. Uma gravidez comum geralmente dura 40 semanas.

Abaixo, veja uma foto atual de Curtis com a placa do Guinness, que recebeu nesta quarta (10).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos