Mercado abrirá em 6 h 29 min
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +0,12 (+0,16%)
     
  • OURO

    1.889,50
    +12,90 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    22.789,89
    -598,44 (-2,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,76
    -14,10 (-2,63%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.132,56
    -527,91 (-2,44%)
     
  • NIKKEI

    27.696,83
    +187,37 (+0,68%)
     
  • NASDAQ

    12.558,75
    -65,25 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5608
    +0,0223 (+0,40%)
     

Bear market do Bitcoin está nos “estágios finais”, diz analista da Bloomberg

Mike McGlone da Bloomberg Intelligence em conversa com o canal Stansberry Research. Fonte: YouTube/Reprodução.
Mike McGlone da Bloomberg Intelligence em conversa com o canal Stansberry Research. Fonte: YouTube/Reprodução.

Participando de uma conversa no canal Stansberry Research, Mike McGlone apontou que o bear market do Bitcoin está em seus estágios finais. Entretanto, nota que a retomada não será repentina, ou seja, será um investimento para os pacientes, como sempre foi.

Seguindo, o analista da Bloomberg Intelligence também afirma que, embora existam milhares de criptomoedas no mercado, apenas algumas centenas não são golpes. Indo além, nota que apenas uma dúzia delas possuem relevância atualmente.

Ou seja, McGlone acredita que o Bitcoin é a melhor escolha para o longo prazo conforme tal ativo está se tornando um ouro digital graças a sua escassez.

Inverno abalou outras indústrias, nota McGlone

Notando que Jerome Powell do Fed ainda está lutando para desacelerar a inflação do dólar, Mike McGlone lembra nota que o preço do Bitcoin já despencou bastante como consequência da alta de juros, mas que não foi o único.

“As criptomoedas já subiram 80%, e você simplesmente não quer ficar muito pessimista quando algo está abaixo de 80%. Acho que estamos nos estágios finais desse bear market das criptomoedas, mas não vai ser fácil.”

Explicando, aponta que os mercados não fazem um fundo em “V”, ou seja, não haverá uma alta repentina assim que chegar ao fundo. “[Os mercados de baixa] vão tirar dinheiro de todo mundo e eles têm que ser voláteis e difíceis”, concluiu o analista.

Em outras palavras, investir em Bitcoin agora pode ser um teste de paciência, como sempre foi. Afinal, os maiores resultados vieram anos após grandes baixas.

Finalizando, McGlone aponta que este “não é um inverno das criptomoedas, este é um inverno de tudo”, sendo uma referência a queda de preço em ações, principalmente do setor de tecnologia.

Apenas Bitcoin

Outro ponto abordado pelo analista da Bloomberg foi o grande número de criptomoedas no mercado, mas que poucas delas realmente apresentam algum sentido em sua existência.

“Bem, sabemos que há 21.000 criptomoedas listadas no CoinMarketCap, talvez 100 delas sejam legítimas e realmente importem nos próximos 5 ou 10 anos e talvez 12 delas realmente importem agora.”

Na sequência, McGlone nota que existe um risco de o Bitcoin não ser “a escolhida”, mas nota que o BTC é o único projeto que não é responsabilidade de ninguém, além de estar caminhando para se tornar o ouro digital.

Por fim, mesmo que a falência da FTX tenha afetado o mercado, vale lembrar que o Bitcoin continua intacto em seu código. Ou seja, seu preço de US$ 17.000 pode ser visto como um grande desconto, termo já usado pelo próprio McGlone em outra oportunidade.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.