BCs europeus pedem supervisão centralizada da Euribor

Os bancos centrais dos 17 países da zona do euro pediram hoje que haja uma supervisão centralizada da Euribor e outras taxas referenciais que são extremamente importantes para o mercado interbancário. As instituições querem se proteger após o escândalo de manipulação da taxa interbancária de Londres, a Libor.

Os bancos centrais também disseram que a Euribor deve ser baseada em transações reais, em vez de somente estimativas de um conjunto de bancos. As afirmações estão em um relatório enviado para a Comissão Europeia, que busca opiniões públicas sobre como as taxas referenciais são criadas e supervisionadas, após uma série de bancos de Londres terem sido acusados de manipular a Libor, além de problemas com outras taxas.

Os bancos centrais recomendaram que duas instituições regulatórias - a Autoridade Europeia de Mercados e Títulos (ESMA, na sigla em inglês) e a Autoridade Bancária Europeia (EBA) - supervisionem as taxas referenciais. Muitos bancos dependem da Libor para determinar os juros que cobram para hipotecas e outros financiamentos. "Ao longo do tempo, a Euribor tem assumido uma função social e é agora um bem público", informou o relatório.

O documento recomendou aos legisladores que reforcem as "muralhas chinesas" dentro dos bancos, que podem garantir que as taxas não sejam inapropriadamente influenciadas, introduzam checagem de preços e auditorias obrigatórias, além de tornar a Euribor mais independente dos bancos para reforçar sua natureza pública.

Apesar de dizerem que uma substituta à Euribor seja improvável, outras taxas de referência, como a Eonia OIS, poderiam ser "alternativas viáveis" ou complementares. As informações são da Dow Jones.

Carregando...