Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,48
    +1,77 (+2,31%)
     
  • OURO

    1.635,90
    +2,50 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    19.026,46
    -141,20 (-0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    436,87
    -22,27 (-4,85%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.984,59
    -36,36 (-0,52%)
     
  • HANG SENG

    17.860,31
    +5,17 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    26.571,87
    +140,32 (+0,53%)
     
  • NASDAQ

    11.335,75
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1624
    -0,0170 (-0,33%)
     

BCE vai remunerar depósitos em BCs do bloco para aliviar compressão no mercado de recompra

Sede do BCE, em Frankfurt

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) informou nesta quinta-feira que começará a remunerar os depósitos de governos, em uma tentativa de evitar que o dinheiro inunde um mercado já repleto de liquidez e de aliviar o aperto nos títulos.

A partir de 14 de setembro, os saldos de caixa dos governos da zona do euro em seus bancos centrais nacionais serão remunerados à taxa de depósito do BCE, que foi elevada para 0,75% nesta quinta-feira.

Isso visa ajudar a apoiar o mercado de acordos de recompra, ou "repo", em que dinheiro é trocado por títulos.

Este mercado crucial foi perturbado pelas compras maciças de dívida pelo próprio BCE, que tornaram difícil encontrar títulos governamentais seguros enquanto o dinheiro está em excesso de oferta.

"Esta mudança evitará uma saída abrupta de depósitos para o mercado, numa altura em que alguns segmentos dos mercados de recompra da zona do euro estão a mostrar sinais de escassez de garantias", disse o BCE.

A nova remuneração permanecerá em vigor até 30 de abril de 2023.

(Por Francesco Canepa)