Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    59.122,20
    +696,54 (+1,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

BCE vê espaço para reduzir compras de títulos após alta no 2º tri, mostra ata

·1 minuto de leitura
Sede do BCE em Frankfurt

FRANKFURT (Reuters) - Autoridades do Banco Central Europeu que se reuniram no mês passado concordaram em elevar as compras de títulos este trimestre com a condição de que elas possam ser reduzidas de novo mais tarde se as condições permitirem, mostrou nesta quinta-feira a ata do encontro de 10 e 11 de março.

"Todos os membros se juntaram em consenso em torno da proposta apresentada por (economista-chefe, Philip) Lane, com o entendimento de que o envelope total de PEPP não estava sendo colocado em dúvida nas condições atuais e que o ritmo de compras pode ser reduzido no futuro", mostrou o documento.

"Foi destacado que a flexibilidade incorporada no PEPP é simétrica, sugerindo que o ritmo de compras pode ser elevado ou reduzido de acordo com as condições do mercado", disse o BCE.

O BCE separou 1,85 trilhão de euros em seu Programa de Compras Emergenciais da Pandemia, mas repetiu que pode não necessariamente gastar todo esse volume.

(Reportagem de Balazs Koranyi)