Mercado fechará em 1 h 12 min
  • BOVESPA

    100.617,78
    +1.945,52 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.314,88
    +573,38 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,51
    +1,89 (+1,76%)
     
  • OURO

    1.825,40
    -4,90 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    20.899,00
    -301,29 (-1,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,06
    -5,74 (-1,24%)
     
  • S&P500

    3.905,03
    -6,71 (-0,17%)
     
  • DOW JONES

    31.465,60
    -35,08 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.070,00
    -70,50 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5321
    -0,0203 (-0,37%)
     

BCE utilizará nova ferramenta se necessário para evitar a fragmentação, diz Lagarde

Presidente do BCE, Christine Lagarde

AMSTERDÃ (Reuters) - O Banco Central Europeu ajustará seus instrumentos existentes ou utilizará novos instrumentos se necessário para evitar a fragmentação nos mercados de títulos do governo da zona do euro à medida que começa a apertar a política monetária, disse nesta quinta-feira a presidente do BCE, Christine Lagarde.

Os custos de empréstimo divergiram rapidamente nas últimas semanas entre a Alemanha e países altamente endividados do sul da Europa, como a Itália, conforme os mercados precificam a redução do estímulo de longo prazo do BCE.

"Se for necessário, como já demonstramos amplamente no passado, utilizaremos os instrumentos existentes ajustados ou novos instrumentos que serão disponibilizados", disse Lagarde em uma conferência de imprensa após a reunião de política monetária do banco central.

"Mas estamos comprometidos - comprometidos - com a transmissão adequada de nossa política monetária e, como resultado, a fragmentação será evitada no ponto de prejudicar essa transmissão."

O banco central dos 19 países que usam o euro anunciou que encerrará seu Programa de Compra de Ativos em 1º de julho, antes de aumentar os juros no próximo mês.

(Reportagem de Yoruk Bahceli)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos