Mercado fechará em 1 h 18 min
  • BOVESPA

    111.260,52
    -813,02 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.388,35
    -630,56 (-1,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,42
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.931,20
    -11,60 (-0,60%)
     
  • BTC-USD

    23.883,91
    +881,89 (+3,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    545,59
    +0,27 (+0,05%)
     
  • S&P500

    4.176,21
    +57,00 (+1,38%)
     
  • DOW JONES

    33.942,24
    -150,72 (-0,44%)
     
  • FTSE

    7.820,16
    +59,05 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    21.958,36
    -113,82 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.402,05
    +55,17 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.827,50
    +413,25 (+3,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4667
    -0,0877 (-1,58%)
     

BCE rebate apostas do mercado em altas menores de juros

Notas de euro

Por Francesco Canepa e Balazs Koranyi

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu rebateu nesta quinta-feira as apostas do mercado de que desacelerará o ritmo de seus aumentos de juros dadas as recentes quedas na inflação e o alívio da pressão para acompanhar as políticas monetárias de outros bancos centrais.

Os operadores reduziram recentemente suas expectativas de quanto o BCE elevará os custos de empréstimos, confortados por dados mostrando inflação mais baixa na zona do euro e nos Estados Unidos e discussões relacionadas a altas menores no Federal Reserve.

Mas a presidente do BCE, Christine Lagarde, e seu colega Klaas Knot disseram que os investidores estão subestimando a determinação do BCE de levar a inflação nos 20 países da zona do euro de volta à meta de 2%, ante 9,2% no mês passado.

"Eu os convidaria a revisar suas posições", disse Lagarde durante um painel de conversa em Davos, na Suíça. "Eu acho que seria aconselhável fazer isso".

Os mercados esperavam que a taxa de depósito do BCE , atualmente em 2%, alcançasse 3,2% até o verão (no hemisfério norte), bem abaixo dos 3,5% precificados na virada do ano.

Embora um aumento de 50 pontos-base para fevereiro esteja sendo precificado, os mercados oscilam entre 25 e 50 pontos-base para a reunião de março.

O presidente do banco central holandês, Knot, agressivo na política monetária, disse que os movimentos recentes do mercado não são "compatíveis com um retorno oportuno da inflação para 2%" e que o BCE continuará elevando os juros no ritmo atual.

“A maior parte do terreno que temos que cobrir, cobriremos em um ritmo constante de múltiplas altas de 50 pontos-base”, disse Knot à CNBC.

A ata da reunião do BCE de 15 de dezembro, publicada nesta quinta-feira, mostrou a dificuldade em se chegar a um acordo. Segundo o documento, as autoridades concordaram em desacelerar o ritmo das altas de 75 pontos-base para 50 pontos em troca de um compromisso de várias altas de juros do mesmo tamanho.