Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.016,78
    -3.716,23 (-7,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

BCE precisa estar atento e vigilante à inflação, diz vice-presidente do banco

·1 min de leitura
Luis de Guindos, vice-presidente do BCE

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu precisa estar "atento" e "vigilante" em relação à inflação já que o choque dos preços pode se infiltrar no núcleo do aumento dos preços através dos salários, disse nesta quarta-feira o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos.

Ela afirmou que as expectativas de inflação permanecem ancoradas, mas, se os gargalos industriais durarem mais tempo do que o esperado agora e os preços de energia continuarem a subir, a inflação pode exceder as projeções e pressionar os salários.

"Precisamos estar atentos, precisamos ser muito vigilantes, temos que evitar o máximo possível esses efeitos colaterais", disse de Guindos em entrevista à imprensa.

"É muito importante evitar essa espiral salário-preços."

(Reportagem de Balazs Koranyi)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos