Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    114.494,74
    -1.173,04 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.315,51
    +164,13 (+0,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,31
    +0,09 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.778,30
    -19,60 (-1,09%)
     
  • BTC-USD

    50.037,27
    +433,42 (+0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,09
    +6,43 (+0,65%)
     
  • S&P500

    3.859,95
    -65,48 (-1,67%)
     
  • DOW JONES

    31.594,76
    -367,10 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.981,25
    -320,75 (-2,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7271
    +0,1566 (+2,38%)
     

BCE não deve cortar juros em luta contra pandemia, dizem fontes

Francesco Canepa e Balazs Koranyi e Frank Siebelt
·1 minuto de leitura
Sede do Banco Central Europeu em Frankfurt, Alemanha

Por Francesco Canepa e Balazs Koranyi e Frank Siebelt

FRANKFURT (Reuters) - É improvável que o Banco Central Europeu corte sua taxa de juros já em uma mínima recorde, uma vez que isso faria pouco para reanimar a economia da zona do euro atingida pela pandemia, disseram cinco fontes à Reuters, minimizando as preocupações com um euro forte.

Os operadores ficaram coçando a cabeça esta semana depois o presidente do banco central holandês, Klaas Knot, disse que o BCE "tem espaço" para levar sua taxa de depósito, atualmente em -0,5%, ainda mais abaixo de zero, se necessário, para conter uma recuperação do euro.

As fontes disseram que Knot havia levantado a questão do corte de juros na reunião de política monetária do BCE na semana passada, mas que a discussão foi "marginal" e não considerada parte da estratégia do BCE, que agora se concentra na compra de títulos e empréstimos baratos aos bancos.

"Mesmo que você veja uma valorização muito maior, eu não inferiria que a única resposta para isso é a taxa de juros", disse uma das autoridades.

As fontes observaram que o foco do BCE agora está em manter estáveis as condições de financiamento, ou seja, os rendimentos dos títulos e as taxas de empréstimos bancários, e disseram que a taxa de câmbio é uma questão secundária.