BCE não fará exceções a bancos alemães, diz Bernier

Não haverá exceções para resgate de bancos alemães pela União Europeia (UE), afirmou o comissário de mercados internos do bloco Michel Bernier, em entrevista publicada neste domingo pelo jornal Welt am Sonntag. "Se nós aceitarmos pedidos de exceção, cada país fará suas solicitações e, então, não teremos mais um sistema europeu unificado de supervisão", disse.

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäeuble, havia dito que somente as instituições maiores deviam ser controladas pelo Banco Central Europeu (BCE), pedindo que os bancos menores ficassem sob observação dos órgãos reguladores locais. No entanto, Bernier afirmou que tamanho não é um critério para se decidir sobre a supervisão centralizada. "Nos últimos anos, vimos que bancos pequenos e médios também podem criar problemas", avaliou Bernier.

Enquanto a centralização do controle dos bancos é a principal prioridade do BCE, países devem chegar a seus próprios esquemas de seguro de depósitos bancários, acrescentou. As informações são da Dow Jones.

Carregando...