Mercado abrirá em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    -0,23 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.693,40
    +15,40 (+0,92%)
     
  • BTC-USD

    53.723,80
    +3.710,03 (+7,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.082,55
    +58,35 (+5,70%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.703,04
    -16,09 (-0,24%)
     
  • HANG SENG

    28.671,44
    +130,61 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.493,25
    +196,00 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

BCE estuda divulgar risco climático de programas de títulos

Jana Randow
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Banco Central Europeu avalia a divulgação de riscos climáticos em seus programas de títulos e agora planeja se concentrar na coleta de dados que ajudarão a alcançar o objetivo, segundo autoridades com conhecimento do assunto.

Membros do BCE discutiram a questão em reunião na quarta-feira como parte da revisão estratégica do banco central, disseram as autoridades, que pediram para não serem identificadas. Também houve amplo consenso durante o seminário sobre a incorporação dos riscos climáticos na análise econômica da instituição.

O plano representa mais um passo em direção a uma estratégia para ajudar no combate à mudança climática sem que o BCE seja arrastado para debates políticos que possam interferir em seu mandato de estabilidade de preços, ao desviar o foco da inflação.

Para ajudar a atingir esse objetivo, autoridades do banco central também enfatizaram que a base das iniciativas do BCE deve ser orientada por preocupações com a gestão de riscos financeiros e econômicos, disseram as pessoas.

O BCE vai continuar a debater os detalhes, disseram as pessoas. Um porta-voz da instituição não quis comentar.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, fez do combate à mudança climática uma prioridade quando a União Europeia também acelera esforços para se tornar o maior emissor global de dívida verde.

Mas, embora a instituição com sede em Frankfurt tenha algum escopo para apoiar ambições políticas gerais dos governos europeus, medidas guiadas apenas por isso correm risco de colocar o BCE em situação difícil quando as condições econômicas exigirem uma redução do apoio monetário.

Quaisquer mudanças importantes na visão do BCE sobre os chamados títulos “marrons” podem ter consequências para as garantias que bancos podem usar para obter capital da instituição e para seus programas de compra de títulos. Isso inclui bilhões de euros em ativos do setor privado, cujo montante há muito tempo é criticado por ativistas por financiar alguns dos maiores poluidores corporativos do mundo.

O BCE anunciou neste mês que os bancos centrais da região terão como objetivo iniciar divulgações relacionadas ao clima para carteiras que não afetam a política monetária, como fundos de pensão de funcionários. O BCE também criou um centro de mudança climática para coordenar melhor seu trabalho sobre o tema.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.