Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.770,65
    -3.042,34 (-7,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

BCE deve continuar comprando títulos até 2022 e poderia retomar PEPP, diz Guindos a jornal

·1 min de leitura
Guindo em Berlim

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) deve continuar comprando títulos até 2022 para impulsionar a economia do bloco e pode até retomar as compras emergenciais da pandemia (programa conhecido como PEPP) após seu fim, em março do ano que vem, disse o vice-presidente da autoridade monetária, Luis de Guindos, ao jornal francês Les Echos nesta terça-feira.

Os comentários indicam que nenhum aumento de juros ocorrerá no próximo ano, já que a orientação de política monetária do BCE estipula que qualquer alta nos custos dos empréstimos só acontecerá "pouco depois" do término da flexibilização quantitativa, nome atribuído às compras de ativos.

Mas Guindos foi mais cauteloso em relação a 2023, em contraste com a autoridade espanhola Pablo Hernández de Cos, que na segunda-feira previu que não haverá aumento de juros por "algum tempo" após o fim do ano que vem, uma postura bastante "dovish", ou inclinada à manutenção de condições estimulativas.

"Estou confiante de que essas compras líquidas continuarão ao longo do próximo ano. Além disso, não sei", disse.

Ele também assumiu posição relativamente tranquila em relação à variante ômicron da Covid-19, argumentando que a economia do bloco se adaptou bem à vida pandêmica e que a vacinação está progredindo.

(Por Balazs Koranyi)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos