BCE avaliará impacto da alta do euro sobre inflação

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou nesta terça-feira que a autoridade monetária poderá analisar em maior detalhe o impacto da apreciação do euro no crescimento e na inflação quando seus economistas apresentarem novas previsões na reunião de março. "Queremos avaliar se a apreciação, se for sustentável, tem o potencial de mudar nossa política de estabilidade de preços", disse Draghi após uma reunião a portas fechadas com membros do Parlamento espanhol.

Draghi havia afirmado na semana passada que a alta do euro pode afetar a perspectiva de inflação do BCE, sugerindo que o banco central pode agir para estimular a economia se a valorização da moeda europeia prejudicar as perspectivas de crescimento. O comentário fez com que o valor do euro despencasse, revertendo parte dos fortes ganhos dos últimos meses.

Nas últimas semanas, o câmbio se tornou uma questão política delicada, com alguns líderes europeus pressionando o BCE a agir para conter a alta do euro. Mas Draghi pediu respeito à independência do banco central. "Alguns desses comentários são inapropriados", disse, acrescentando que o mandato do BCE não envolve a taxa de câmbio.

Draghi também negou as recentes afirmações de que uma guerra cambial está sendo formada, com alguns países tentando levar vantagem nos mercados de exportações internacionais. Segundo ele, o termo guerra cambial "é muito exagerado". As informações são da Dow Jones.

Carregando...