Mercado abrirá em 8 h 30 min
  • BOVESPA

    99.605,54
    -1.411,46 (-1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.001,31
    -244,59 (-0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,66
    -0,91 (-2,30%)
     
  • OURO

    1.907,30
    -4,60 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    13.818,28
    +63,52 (+0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    273,04
    +11,75 (+4,50%)
     
  • S&P500

    3.390,68
    -10,29 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    27.463,19
    -222,21 (-0,80%)
     
  • FTSE

    5.728,99
    -63,02 (-1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.691,92
    -95,27 (-0,38%)
     
  • NIKKEI

    23.410,76
    -83,54 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    11.539,50
    -48,50 (-0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7193
    +0,0788 (+1,19%)
     

BC tem disposição para usar reservas no câmbio, mas não deseja fazer isso, diz Serra

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, disse nesta quarta-feira que a autoridade monetária tem disposição para usar as reservas internacionais em sua política cambial, mas que não deseja fazê-lo.

Em evento virtual organizado pela Renascença DTVM e Panamby Capital, Serra também destacou que caso algum desdobramento fiscal leve o BC a abandonar sua política de "forward guidance" --por meio da qual se comprometeu a não elevar os juros mantidas algumas condições-- isso não significa que a taxa Selic seria necessariamente elevada.

"Qualquer coisa pode acontecer depois da queda do forward guidance", afirmou Serra, ressaltando que o BC nesse caso voltaria a discutir seu cenário base, o balanço de riscos e mudanças nas projeções de inflação.

(Por Marcela Ayres)