Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,49
    +2,86 (+3,42%)
     
  • OURO

    1.734,70
    +32,70 (+1,92%)
     
  • BTC-USD

    20.328,99
    +783,24 (+4,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    460,83
    +15,40 (+3,46%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.647,50
    +361,75 (+3,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1715
    +0,0976 (+1,92%)
     

BC registra vazamento de dados de 137,3 mil chaves Pix em app do posto Ipiranga

Sede do Banco Central do Brasil

BRASÍLIA (Reuters) -O Banco Central comunicou nesta sexta-feira a ocorrência de um incidente com possível vazamento de dados pessoais vinculados a 137.285 chaves Pix que estavam sob a responsabilidade do aplicativo Abastece Aí, do grupo Ipiranga.

De acordo com o BC, entre os dados potencialmente expostos estão nome do usuário, CPF, instituição de relacionamento e número de conta. A ocorrência foi observada entre 1º de julho e 14 de setembro deste ano.

Nota da autoridade monetária afirma que não foram expostos dados sensíveis, como senhas, informações de movimentações ou saldos financeiros em contas transacionais, ou quaisquer outras informações sob sigilo bancário.

"As informações obtidas são de natureza cadastral, que não permitem movimentação de recursos, nem acesso às contas ou a outras informações financeiras", disse.

Procurada, a Abastece Aí informou que bloqueou as atividades suspeitas após o incidente, ressaltando que os dados vazados não são sigilosos e não permitem movimentação de recursos.

"A empresa reforça que todas as medidas cabíveis a essa investigação já estão sendo tomadas", disse.

Pessoas que tiveram seus dados obtidos a partir do vazamento serão notificadas, segundo o BC, por meio do aplicativo ou pelo internet banking da instituição de relacionamento. De acordo com a nota, o BC adotou ações necessárias para a apuração do caso e aplicará sanções previstas na regulação vigente.

Este foi o quarto incidente reportado pelo Banco Central desde agosto de 2021. Ao todo, os vazamentos envolveram dados de 714 mil chaves Pix.

(Por Bernardo Caram; edição de Isabel Versiani)