Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.569,82
    +671,49 (+1,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

BC publicará carta aberta ao presidente do CMN às 16h30 desta terça

·1 min de leitura
Pessoas passam em frente à sede do Banco Central em Brasília

(Reuters) - O Banco Central publicará carta aberta ao presidente do Conselho Monetário Nacional (CMN) às 16h30 desta terça-feira, informou a assessoria de imprensa do Bacen.

O CMN é o órgão que define as metas de inflação e tem como chefe o ministro da Economia, Paulo Guedes. O conselho é composto ainda pelo presidente do Banco Central (Roberto Campos Neto) e pelo secretário Especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Pedro Colnago Junior.

A carta do BC visará explicar o motivo do descumprimento da meta de inflação em 2021, quando o IPCA ficou em 10,06% --superando em muito o objetivo (3,75%) e o teto do intervalo de tolerância (5,25%).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos