Mercado fechará em 5 h 58 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,02
    +0,14 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.929,90
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    23.533,46
    -278,54 (-1,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,57
    -7,75 (-1,42%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.851,11
    +30,95 (+0,40%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.716,75
    -130,00 (-1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5447
    +0,0550 (+1,00%)
     

BC deixará de regular cartões de auxílio-alimentação em março

Prédio do Banco Central em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - Resolução publicada pelo Banco Central nesta quarta-feira retira da alçada da autoridade monetária a regulação de cartões de auxílio-alimentação, informou a autarquia, acrescentando que a medida entrará em vigor em março.

A norma retira esses instrumentos do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), o que, na prática, reduz exigências e restrições atualmente vigentes.

A regra anunciada nesta quarta se baseia em leis aprovadas em 2021 e 2022, que deram isonomia entre esses auxílios e benefícios do Programa de Auxílio ao Trabalhador (PAT), que já não era parte do SPB.

De acordo com o BC, espera-se que as medidas contribuam para a existência de um ecossistema de pagamentos equilibrado, mais competitivo e eficiente.

“Com isso, melhoram as condições para a expansão do universo de empresas que oferecem esse serviço e o desenvolvimento de novos modelos de negócios, beneficiando tanto os estabelecimentos comerciais que aceitam esse meio de pagamento, quanto os trabalhadores”, disse.

A mudança não produz impacto prático imediato para os trabalhadores que recebem esses auxílios.

(Por Bernardo Caram)