Mercado fechado

BC da Rússia mantém taxa de juros em 4,25%

·1 minuto de leitura
Sede do banco central da Rússia em Moscou
Sede do banco central da Rússia em Moscou

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia manteve a taxa básica de juros em 4,25% nesta sexta-feira, suspendendo o ciclo de afrouxamento monetário em meio a elevados riscos de novas sanções contra o país, mas indicou que um corte ainda é possível neste ano.

A decisão de manter os juros em mínima recorde <RUCBIR=ECI> ficou em linha com pesquisa da Reuters que projetou que a Rússia iria manter o custo de empréstimos inalterado após queda do rublo associada a acontecimentos geopolíticos.

"Se a situação se desenvolver em linha com as projeções básicas, o Banco da Rússia vai avaliar a necessidade de mais reduções de juros nas próximas reuniões", disse o banco central.

Juros mais baixos sustentam a economia através de empréstimos mais baratos, mas também podem elevar a inflação, principal meta do banco central, e tornar o rublo mais vulnerável a choques externos.

"A recente redução na taxa básica continuará a sustentar a economia neste ano e no próximo", disse o banco.

(Reportagem de Andrey Ostroukh, Gabrielle Tétrault-Farber, Elena Fabrichnaya, Katya Golubkova)