Mercado abrirá em 17 mins
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,56
    +3,41 (+5,00%)
     
  • OURO

    1.796,20
    +8,10 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    57.127,02
    +2.569,33 (+4,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.428,19
    -27,22 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.127,83
    +83,80 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.213,00
    +162,00 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3324
    -0,0161 (-0,25%)
     

BC da China vai reduzir custos de financiamento corporativo e ajudar pequenas empresas

·1 min de leitura
Sede do Banco do Povo da China, em Pequim

PEQUIM (Reuters) - A China vai manter a liquidez razoavelmente ampla e reduzir os custos de financiamento, especialmente para pequenas empresas, disse uma autoridade do banco central nesta terça-feira, numa tentativa de sustentar a economia.

O banco central vai aprofundar as reformas da taxa de juros e melhorar a transmissão para reduzir ainda mais os custos de financiamento, disse Zou Lan, chefe de mercados financeiros do Banco do Povo da China.

As declarações dele vieram um dia depois de o primeiro-ministro, Li Keqiang, dizer que as autoridades precisam evitar uma abordagem padronizada para ajudar o crescimento econômico.

Zou disse nesta segunda-feira que o banco central vai orientar instituições financeiras para que intensifiquem o empréstimo ao setor manufatureiro, pequenas empresas e setores verdes.

(Reportagem de Kevin Yao)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos