Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.425,98
    +372,85 (+1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

BC da China promete sustentar economia em meio a surtos de Covid-19

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente do BC da China, Yi Gang
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Kevin Yao

BOAO, China (Reuters) - O presidente do banco central da China prometeu nesta sexta-feira manter a política monetária expansionista para sustentar a economia em desaceleração, com medidas como ajuda a pequenas empresas e setores atingidos pelos surtos de Covid-19, reforçando expectativas de que adotará mais medidas modestas de afrouxamento.

Mas Yi Gang, presidente do Banco do Povo da China, também destacou a necessidade de manter a estabilidade de preços em meio à pressão inflacionária global.

"A política monetária da China é acomodatícia e está em uma faixa confortável. Também estamos prontos para sustentar pequenas e médias empresas com mais instrumentos, se necessário", disse Yi em discurso por vídeo no Fórum Boao para Ásia.

"Com esse cenário, certamente teremos a política monetária acomodatícia sustentando nossa economia real durante este ano."

As declarações foram feitas no momento em que um crescente números de analistas cortam suas projeções de crescimento para a China devido aos lockdowns contra a Covid-19 em muitas cidades grandes.

Com a atividade vacilando, especialistas dizem que mais medidas de estímulo serão necessárias em breve para o governo atingir sua meta de crescimento para 2022 de cerca de 5,5%.

(Por Ellen Zhang e Ryan Woo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos