Mercado abrirá em 2 h 52 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,44
    +0,43 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.794,20
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.837,44
    +26,13 (+0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,44
    -6,60 (-1,64%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.486,40
    -2,79 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.536,25
    +26,75 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

BC da China intensificará esforços para apoiar recuperação econômica

Sede do Banco do Povo da China, em Pequim

PEQUIM (Reuters) - O banco central da China disse nesta quinta-feira que intensificará os esforços para consolidar uma recuperação econômica, citando uma série de riscos para a economia global, ao mesmo tempo que se comprometeu a implementar uma política monetária prudente e manter a liquidez razoavelmente ampla.

O Banco do Povo da China também disse que se concentrará na estabilização do emprego e dos preços, e buscará maneiras de ajudar a reduzir os custos do financiamento corporativo e do crédito ao consumidor.

"O crescimento econômico global está desacelerando, a inflação está em um nível alto, os conflitos geopolíticos continuam, o ambiente externo está se tornando mais complexo e severo", disse a instituição em comunicado após reunião trimestral de seu comitê de política monetária.

O banco acrescentou que, embora a economia doméstica continue se recuperando, "ainda enfrenta as pressões triplas de demanda decrescente, choques de oferta e enfraquecimento das expectativas".

Outras medidas citadas pelo banco central nesta quinta-feira incluem acelerar o uso de empréstimos especiais para garantir que as vendas de moradias sejam concluídas e planos de orientar os bancos comerciais a fornecer apoio financeiro a esse esquema.

O banco central também se comprometeu a manter a taxa de câmbio do iuan basicamente estável, aumentar a flexibilidade da moeda, fortalecer a gestão de expectativas e orientar as empresas e instituições financeiras a aderirem ao conceito de "neutralidade de risco".

(Por Kevin Yao e redação de Pequim)