Mercado fechará em 5 h 3 min

BC da China aumentará apoio financeiro para demanda doméstica

Sede do Banco do Povo da China, em Pequim

PEQUIM (Reuters) - O banco central da China e o principal regulador bancário do país disseram nesta terça-feira que aumentarão o apoio financeiro à demanda doméstica e ao sistema de oferta para ajudar a economia, garantindo ao mesmo tempo um financiamento constante e ordenado ao setor imobiliário.

O Banco do Povo da China e a Comissão Reguladora de Bancos e Seguradoras disseram que os principais bancos devem garantir um ritmo adequado de emissão de crédito e otimizar ainda mais a estrutura de crédito, disseram os reguladores em comunicado conjunto.

Os líderes chineses prometeram se concentrar na estabilização da economia em 2023, intensificando os ajustes para amortecer o impacto de um aumento nas infecções por Covid-19 em um momento em que o enfraquecimento da economia global está prejudicando as exportações.

“Precisamos oferecer suporte a serviços financeiros para áreas fundamentais, como investimento em infraestrutura, pequenas e microempresas, tecnologia e inovação, manufatura e desenvolvimento sustentável”, disseram os reguladores.

Os reguladores também tomarão medidas para melhorar as operações e o fluxo de caixa de empreendimentos imobiliários de alta qualidade com certa importância sistêmica.

Eles guiarão os balanços das empresas imobiliárias de alta qualidade de volta a uma faixa segura, de acordo com o comunicado.

(Reportagem de Ziyi Tang, Ryan Woo e redação de Pequim)