Mercado abrirá em 2 h 47 min

BC do Canadá corta juro em meio a temor por coronavírus e se diz pronto para reduzir novamente

Por Kelsey Johnson e David Ljunggren

Por Kelsey Johnson e David Ljunggren

OTTAWA (Reuters) - O Banco do Canadá (BoC, na sigla em inglês, o banco central do país) reduziu nesta quarta-feira sua taxa básica de juros para 1,25%, de 1,75%, diante de um surto de coronavírus em rápida disseminação, e disse estar preparado para cortar novamente a taxa, se necessário, para apoiar o crescimento econômico.

O banco central disse que o surto é "um choque negativo material" para as perspectivas canadenses e globais e previu que, à medida que o coronavírus se espalhasse, a confiança de empresas e consumidores se deterioraria, deprimindo ainda mais a atividade econômica.

"À medida que a situação evolui, o conselho (do BoC) está pronto para ajustar ainda mais a política monetária, se necessário, para apoiar o crescimento econômico e manter a inflação na meta", afirmou o banco em comunicado.

A medida marcou a primeira vez em quase cinco anos que o Banco do Canadá diminuiu o juro. A última vez havia sido em março de 2009, quando o banco reduziu a taxa em 50 pontos-base, durante a crise financeira global.

Na terça, o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) reduziu o juro em 0,50 ponto percentual, em uma medida de emergência para proteger a maior economia do mundo do impacto do coronavírus.