BC atua e dólar cai a menor nível desde 12 de novembro

O dólar manteve-se em declínio nesta quinta-feira por atuações do Banco Central e pelo parâmetro de câmbio utilizado nas projeções do Relatório Trimestral de Inflação, divulgado pelo BC de manhã, com o dólar em R$ 2,05. O reforço da autoridade monetária sobre estabilidade das condições monetárias por um período suficientemente prolongado fortalece a percepção de que o espaço para a valorização do dólar é limitado.

O dólar à vista no balcão fechou o dia cotado a R$ 2,062, com queda de 0,43%, no menor nível desde 12 de novembro, quando a moeda havia ficado em R$ 2,052.

Os comentários do diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton Araújo, de que o valor de R$ 2,05, usado nas projeções de inflação no cenário de referência, era "mais razoável" do que o de R$ 2,10, no dia 7 de dezembro, favoreceram o recuo do dólar nesta sessão, afirmou um operador. Naquela data, usada como corte do relatório de inflação, o dólar valia R$ 2,0870.

À tarde, acrescentou outro profissional, a divisa dos EUA acentuou a queda após o aviso de leilão de venda de dólares conjugado com recompra. "Aparentemente o mercado está se sentindo um pouco mais confortável com o BC vigiando de perto o câmbio", avaliou, acrescentando que, com a sequência de leilões de linha, a autoridade monetária deixa claro que não permitirá movimentos bruscos da moeda em troca de liquidez.

No relatório do BC, o IPCA para 2012 subiu de 5,2% para 5,7%, e caiu de 4,9% para 4,8% em 2013, considerando-se câmbio constante de R$ 2,05 e Selic em 7,25% ao ano. "O ambiente de inflação ainda muito desafiador e o investimento fraco - que tem um forte componente importado - também implicam que as autoridades provavelmente vão mostrar tolerância adicional limitada por enfraquecimento do real", na avaliação do codiretor de Pesquisa Econômica do Goldman Sachs para a América Latina, Alberto Ramos.

Pela manhã, um leilão de venda de dólares conjugada com recompra fez com que a moeda acelerasse as perdas para o horário. A oferta foi de até US$ 2 bilhões. A taxa de venda ficou em R$ 2,0791 e a taxa de recompra, em 1º de março de 2013, ficou em R$ 2,1017, com alta embutida de 1,09%. No período da tarde, o BC informou que um outro leilão semelhante será realizado na sexta-feira, com oferta de até US$ 2 bilhões. A taxa de venda será R$ 2,062500, fechamento da Ptax desta quinta-feira.

Após o anúncio do leilão para esta sexta-feira, o dólar à vista no balcão tocou a mínima de R$ 2,055. Na máxima, o dólar testou R$ 2,066. Não houve negócios com o dólar pronto na BM&F. O giro financeiro somava US$ 1,333 bilhão perto das 17 horas. No mesmo horário, o dólar para janeiro de 2013 operava com queda de 0,41%, a R$ 2,066.

No exterior, o dólar Index oscilava com leve declínio de 0,02%, praticamente inalterado em relação ao nível registrado antes de declarações do presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, John Boehner.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,26450,000,00%
    USDBRL=X
    3,6547-0,0002-0,01%
    EURBRL=X
    0,89280,000,00%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    12,55+0,02+0,16%
    PETR4.SA
    3,58+0,22+6,55%
    USIM5.SA
    3,67+0,05+1,38%
    GOAU4.SA
    15,07-0,34-2,21%
    VALE5.SA
    8,58+0,08+0,94%
    ITSA4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    1,67+0,37+28,46%
    PSVM11.SA
    37,50+7,50+25,00%
    CBEE3.SA
    5,00+0,94+23,15%
    ENGI3.SA
    3,59+0,59+19,67%
    OIBR3.SA
    2,37+0,27+12,86%
    OIBR4.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    33,11-6,76-16,96%
    BAZA3.SA
    2,20-0,21-8,71%
    MWET4.SA
    1,79-0,17-8,67%
    CTSA4.SA
    2,25-0,19-7,79%
    HAGA4.SA
    2,53-0,16-5,95%
    VIVR3.SA