Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.638,79
    +440,97 (+0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.351,30
    +505,47 (+1,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,03
    +1,27 (+1,45%)
     
  • OURO

    1.722,30
    +1,50 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    20.026,07
    -125,59 (-0,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,66
    -7,46 (-1,61%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.561,50
    -62,25 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1036
    -0,0326 (-0,63%)
     

The Batman | Ben Affleck explica por que desistiu do filme solo do homem-morcego

·4 min de leitura

Quando Ben Affleck apareceu pela primeira vez como Batman, muitos foram os memes e as dúvidas de que ele seria uma boa escolha para interpretar o personagem, semelhante ao que vem acontecendo também com Robert Pattinson. Quando Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016) finalmente estreou, no entanto, os fãs do Cavaleiro das Trevas de Frank Miller entenderam que Ben Affleck era a perfeita encarnação de um Batman mais velho, cansado e taciturno.

Fãs e não-fãs conquistados, passou a ser aguardado o filme solo do personagem, The Batman, que teria Affleck retornando para o papel-título, além de dirigir o filme e assinar o roteiro ao lado de Geoff Johns, diretor de criação da DC Comics e um dos grandes nomes por trás dos quadrinhos de personagens como Batman e Flash.

Imagem: Warner Bros.
Imagem: Warner Bros.

Porém, a expectativa se desfez e foi anunciado que o filme traria um Cavaleiro das Trevas mais jovem, com Robert Pattinson interpretando o homem-morcego. Nesse novo projeto, Affleck não estaria nem mesmo por trás das câmeras. O novo filme tem direção de Matt Reeves (Cloverfield: Monstro, Planeta dos Macacos: O Confronto e Planeta dos Macacos: A Guerra (2017), o que cria boas expectativas acerca do trabalho de computação gráfica e das cenas de conflito. O roteiro também conta com outros nomes: Reeves assina a história ao lado de Mattson Tomlin, que, após ter roteirizado alguns curtas, foi parar em produções importantíssimas como o anunciado Mega Man, além de The Batman.

Sobre o roteiro de Ben Affleck, Jay Oliva (diretor de diversos filmes animados da DC) chegou a comentar no Twitter, em 2018, que o texto original de Affleck havia sido o melhor roteiro de Batman que ele já havia lido, dizendo, ainda, que a história era incrível e que fãs e demais espectadores iriam amar.

Para deixar todo mundo ainda mais empolgado, Affleck havia publicado no Twitter um trecho de uma sequência com o Exterminador, e ela realmente estava incrível:

Se estava tão bom, o que aconteceu então?

Em uma entrevista bastante sincera ao The New York Times, Ben Affleck expôs suas vulnerabilidades e explicou sobre alguns problemas que esteve enfrentando, além de esclarecer polêmicas menores, como o caso da sua tatuagem nas costas.

Aparentemente ele passou por maus bocados durante as filmagens de Liga da Justiça (2017), o que deixou o ator bastante saturado do papel. Vale lembrar, inclusive, que uma de suas entrevistas ao promover o filme rendeu o famoso meme Sad Affleck, que ajudou a popularizar o uso cômico da música The Sound of Silence da dupla Simon & Garfunkel.

"Eu mostrei a alguém o roteiro de The Batman", comentou Affleck. “Eles disseram: ‘Acho que o roteiro é bom. Também acho que você beberá até a morte se passar pelo que acabou de passar novamente’”.

Imagem: Warner Bros.
Imagem: Warner Bros.

Com isso, Affleck entrou no delicado assunto do seu problema com álcool. Na mesma entrevista ele chegou a citar Bradley Cooper, de Nasce Uma Estrela (2018), e Robert Downey Jr., que interpreta o Homem de Ferro no Universo Cinematográfico Marvel. Ambos os atores enfrentaram os mesmos problemas com bebida e hoje estão sóbrios. Affleck disse que eles são "caras que têm sido muito solidários e por quem sinto uma grande gratidão". E completou: “Uma das coisas sobre recuperação que eu acho que as pessoas às vezes negligenciam é o fato de ela inculcar certos valores. Seja honesto. Seja responsável. Ajude outras pessoas. Peça desculpas quando estiver errado."

Entendendo que Ben Affleck provavelmente colapsaria mais uma vez como Batman, resta a compreensão de que talvez nunca vejamos esse roteiro chegar às telonas. Por enquanto, aguardaremos The Batman, que está previsto para chegar aos cinemas do Brasil em 25 de junho de 2021.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: