Mercado fechado
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,30
    +0,13 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.867,90
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    13.559,41
    +128,73 (+0,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    265,86
    +23,18 (+9,55%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.535,90
    -50,70 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    23.192,20
    -139,74 (-0,60%)
     
  • NASDAQ

    11.169,00
    -173,75 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7486
    +0,0030 (+0,04%)
     

Bateria de grafeno e nióbio revolucionará a indústria automobilística, diz Bolsonaro

Matheus Schuch, Fabio Murakawa e Rafael Bittencourt
·1 minuto de leitura

Presidente participou do lançamento do Programa Mineração e Desenvolvimento (PMD) O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante lançamento do Programa Mineração e Desenvolvimento (PMD), que se orgulha do desenvolvimento de uma superbateria de grafeno e nióbio, produtos que o Brasil tem “em abundância”. Segundo Bolsonaro, o produto “revolucionará a indústria automobilística do mundo”. “O nióbio é um minério que, juntamente com o grafeno, é capaz de produzir maravilhas para o mundo em todos os setores, até mesmo no tocante a quinquilharias. O que está saindo da prancheta não tem participação nossa, mas nos orgulha muito. É a superbateria de grafeno e nióbio, que revolucionará a indústria automobilista no mundo certamente. E nós temos isso em abundância”, destacou, após receber das mãos do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, uma moeda feita de nióbio. Ainda antes de assumir a Presidência da República Bolsonaro já exaltava o nióbio como uma grande riqueza a ser explorada no país. Na cerimônia, o presidente saudou a presença de embaixadores e garantiu que sonha em “mais do que commodities, realmente agregar valor naquilo que nós temos para o futuro”. O ministro Bento Albuquerque (Minas e Energia) entregou moeda feita de nióbio ao presidente Bolsonaro Carolina Antunes/PR