Mercado fechará em 40 mins

Barragem de hidrelétrica em Minas tem nível de segurança alterado para emergência

·1 min de leitura
Barragem corre risco após fortes chuvas em Minas Gerais

SÃO PAULO (Reuters) - A barragem da central hidrelétrica do Carioca, localizada no município de Pará de Minas, teve seu nível de segurança elevado de alerta para emergência, segundo informações do dono do empreendimento e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Companhia de Tecidos Santanense, proprietária da usina, afirma que foi emitido um comunicado de emergência às autoridades na noite de terça-feira "por cautela e primando pela segurança da comunidade", em meio a fortes chuvas que atingem o Estado.

Segundo a companhia, a medida foi tomada após a realização de inspeção técnica na instalação e ao se verificar uma cheia excepcional no rio São João, que elevou o nível de água vertido na barragem.

Nesta quarta-feira, a Aneel informou ter recebido o comunicado da empresa sobre a alteração do nível de segurança da barragem.

Pelas categorias de segurança de barragens de hidrelétricas do regulador, o nível de emergência é acionado quando há risco de ruptura iminente, exigindo providências para prevenção e mitigação de danos humanos e materiais.

A usina de propriedade da Santanense é uma pequena central geradora hidrelétrica (CGH) de 1,47 megawatt (MW) de potência, segundo informações disponibilizadas no site da Aneel.

"Destacamos também que o monitoramento constante do nível de água do reservatório que vem sendo realizado pela Santanense não identificou alterações significativas nas últimas 12 horas, de modo que a situação permanece estável e a barragem mantém sua estrutura preservada", disse a Santanense, em nota nesta quarta-feira.

Na segunda-feira, a prefeitura de Pará de Minas retirou moradores da área que seria afetada em caso de rompimento da estrutura.

(Por Letícia Fucuchima)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos