Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.227,46
    -304,67 (-1,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Barragem da Vale B3/B4 em Nova Lima deixa nível máximo de emergência

Veículos não tripulados removem rejeitos de mineração de minério de ferro para ajudar a fechar as barragens Vale SA B3 e B4 devido ao risco iminente de colapso na mina Mar Azul, em Nova Lima, Minas Gerais

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A barragem B3/B4 da Vale3.SA>, na Mina Mar Azul, em Nova Lima (MG), teve seu nível de emergência reduzido de 3 para 2, nesta sexta-feira, saindo assim do patamar máximo de emergência, informou a companhia em comunicado.

A estrutura era uma das três barragens de rejeitos da mineradora que ainda estavam no nível 3. As demais - Sul Superior (Barão de Cocais) e Forquilhas III (Itabirito), ambas em Minas Gerais - permanecem.

"O avanço do processo de descaracterização da B3/B4, com a remoção de mais de 50% dos rejeitos do reservatório, proporcionou a melhora das condições de estabilidade do barramento e viabilizou a redução do nível de emergência", disse a empresa.

A previsão, considerando o ritmo atual das obras e a estabilidade da estrutura, é concluir a descaracterização em 2025, dois anos antes do previsto inicialmente.

A Vale planeja não ter nenhuma barragem em estado crítico de segurança (nível 3 de emergência) até 2025.

Além das cinco barragens a montante eliminadas neste ano e da redução de nível de emergência da B3/B4, oito estruturas da Vale tiveram o nível de emergência encerrado e obtiveram suas Declarações de Condição de Estabilidade (DCEs) em 2022, atestando a segurança e estabilidade, disse a empresa.

(Por Marta Nogueira)