Barkin, do Fed, diz à Bloomberg que está "confortável" com mais aumentos de juros se necessário

Presidente do Federal Reserve de Richmond, Thomas Barkin

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Richmond, Thomas Barkin, disse nesta terça-feira que gosta da "opcionalidade" implícita na última declaração de política do banco central dos Estados Unidos, mas está "confortável" em aumentar ainda mais as taxas de juros, se for necessário para reduzir a inflação.

“Acho que a mensagem enviada na última declaração foi de opcionalidade, não foi de uma pausa ou um pico”, disse Barkin à Bloomberg TV.

"Quero saber mais sobre o que está acontecendo com todos esses efeitos defasados (de aumentos anteriores de juros), mas também quero reduzir a inflação", disse ele. "E se mais aumentos são necessários para fazer isso, estou confortável em fazer isso."

(Por Dan Burns)