Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,52
    +0,07 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.718,80
    -2,00 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    20.004,69
    -276,00 (-1,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,08
    -8,04 (-1,74%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.794,60
    -217,55 (-1,21%)
     
  • NIKKEI

    27.121,14
    -190,16 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.530,00
    -11,75 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0977
    -0,0158 (-0,31%)
     

Bares e restaurantes avançam na retomada após impacto da pandemia

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 24-04-2021: Movimento em bar que fica na rua Aspicuelta, na Vila Madalena. Paulistanos aproveitam a reabertura de bares e restaurantes, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 24-04-2021: Movimento em bar que fica na rua Aspicuelta, na Vila Madalena. Paulistanos aproveitam a reabertura de bares e restaurantes, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos setores mais afetados pela pandemia, os bares e restaurantes começam a consolidar o cenário de retomada.

Mais de 70% das empresas consultadas em um levantamento da Abrasel-SP (associação do setor em São Paulo) dizem que o faturamento de julho superou o resultado de junho.

Ainda conforme a pesquisa, realizada em agosto, 35% afirmam que já trabalham com lucro. O indicador paulista, no entanto, está abaixo da média nacional, de 48%.

Os que operam em prejuízo são 27%, conforme os dados da Abrasel-SP.

Cerca de 35% mencionam planos de contratação, 58% pretendem manter o quadro e 7% pensam em demitir até o fim do ano.

Mais de 70% têm empréstimos contratados, sendo 20% com parcelas em atraso nos empréstimos regulares, diz a Abrasel-SP.