Mercado abrirá em 2 h 51 min

Bank of America investirá US$ 1 bilhão para combater desigualdade racial

O programa será dividido em quatro áreas O Bank of America anunciou que vai investir US$ 1 bilhão, ao longo de quatro anos, para apoiar comunidades locais no combate à desigualdade econômica e racial, que tem sido ressaltada recentemente pela pandemia global de coronavírus. O programa será dividido em quatro áreas: saúde, habitação, apoio a pequenas empresas e empregos/treinamentos.

Steven Senne/AP

“Disparidades econômicas e sociais que já existiam foram aceleradas e intensificadas pela pandemia global. Os eventos dos últimos dias criaram um sentido de verdadeira urgência em todo o país, especialmente em função das injustiças raciais que temos visto em comunidades onde trabalhamos e vivemos. Todos precisamos fazer mais”, disse em nota o CEO do BofA, Brian Moynihan.

Ele se refere à morte de George Floyd, um ex-segurança negro assassinado em Minneapolis após um policial branco ajoelhar sobre seu pescoço durante uma abordagem. O incidente levou a uma série de protestos em dezenas de cidades nos EUA, que culminaram em prisões e depredações.

Segundo o BofA, o investimento anunciado agora está alinhado com o comprometimento do banco com crescimento responsável para seus clientes, acionistas, funcionários e comunidades.

Entre as ações que serão desenvolvidas, estão testagem para o coronavírus, telemedicina, vacinação para gripe, parcerias com escolas e universidades que atendem as comunidades negra e hispânica, apoio a pequenas empresas controladas por minorias, revitalização de moradias, contratação de funcionários em bairros de baixa renda, entre outras.