Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    +0,23 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.816,80
    -5,40 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    39.237,15
    -1.859,04 (-4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1200
    -0,0680 (-1,10%)
     

Banheiro high-tech pode transformar fezes em energia limpa

·2 minuto de leitura
Banheiro high-tech pode transformar fezes em energia limpa
Banheiro high-tech pode transformar fezes em energia limpa

Um cientista sul-coreano desenvolveu um projeto de banheiro high-tech que promete transformar fezes humanas em energia limpa. Um protótipo desse novo banheiro foi instalado no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan (UNIST) e cada aluno que faz o “número 2” nesse banheiro ganha um valor em criptomoeda, que pode ser usado dentro da universidade.

O principal desenvolvedor do banheiro e professor de engenharia urbana e ambiental do UNIST, Cho Jae-Weon, explicou que o banheiro primeiro bombeia os excrementos para um tanque subterrâneo, o que faz com que menos água seja gasta no apertar da descarga. Então, microrganismos decompõem as fezes, transformando-as em metano, que é uma fonte reutilizável de energia.

Cho acredita que as fezes humanas possuem um valor precioso, tanto para produção de energia limpa, quanto para fertilização ecológica. O professor disse que ele mesmo tinha certo preconceito em relação às fezes humanas, e precisou desconstruir isso para poder desenvolver seu projeto.

Leia mais:

De acordo com ele, o banheiro é capaz de transformar cerca de meio quilo de dejetos humanos sólidos, que é o que uma pessoa libera em um dia, em 50 litros de gás metano. Isso quer dizer que o banheiro pode gerar meio quilowatt-hora de eletricidade, o que seria suficiente para dirigir um carro elétrico por cerca de 1,20km.

Ggool como incentivo

Para incentivar os alunos a usarem o banheiro na faculdade, a equipe de Cho Jae-Weon desenvolveu o “Ggool”, que significa mel em coreano, uma criptomoeda de uso interno da universidade. Cada aluno pode receber até 10 Ggools por dia para usar o banheiro, e esse valor pode ser acumulado em uma carteira digital e trocado por alimentos na lanchonete, por exemplo.

Um dos alunos da universidade que tem usado o banheiro com certa frequência, Heo Hui-jin, disse que o Ggool mudou sua relação com suas fezes, algo que antes ele considerava sujo, mas agora julga como um tesouro de grande valor. Segundo ele, agora é normal para ele falar sobre esse assunto até nas refeições, já que pode possibilitar, por exemplo, a compra de livros.

Com informações do Futurism e Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos