Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.353,01
    -52,18 (-0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Banda de K-pop BTS troca gravadora da Sony pela Universal

·1 min de leitura
BTS vence premiação da MTV em Los Angeles

(Reuters) - A banda sul-coreana BTS fechou um novo contrato de distribuição e marketing com a Universal Music Group, a maior gravadora do mundo, e vai deixar a Columbia Records, da Sony Music, informou a empresa que representa a banda nesta sexta-feira.

A Bighit Music, de propriedade da Hybe, que administra o BTS, não divulgou os termos financeiros do contrato, mas disse que a Universal e sua gravadora norte-americana Interscope irão distribuir e comercializar a música da banda nos Estados Unidos e em outras regiões.

O acordo amplia a parceria existente da empresa de entretenimento com a Universal, conforme a companhia busca aumentar a popularidade da música K-pop globalmente.

O BTS, que alcançou fama mundial após o lançamento de canções como "Butter" e "Permission to Dance", é o primeiro grupo de K-pop a receber uma indicação ao Grammy.

A banda de sete membros conquistou milhões de fãs em todo o mundo desde sua estreia em 2013, se juntando a grandes nomes como Coldplay, Steve Aoki e Halsey.

No mês passado, o BTS se apresentou na ONU em uma campanha para promover as metas globais de combate à pobreza, desigualdade, injustiça e mudanças climáticas no futuro. A Sony Music e a Universal Music Group não responderam de imediato a pedidos de comentários da Reuters.

(Por Nivedita Balu, em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos