Mercado fechado

Bancos tradicionais seguem apostando em tecnologia para competir com fintechs

Mulher ri enquanto mexe em seu celular amarelo
Iti e Next são exemplos de soluções digitais criadas pelo Itaú e Bradesco, respectivamente (Getty Commercial)
  • Avanço das fintechs e bancos digitais faz com que bancos tradicionais apostem em novas tecnologias

  • Bancos como Bradesco, Itaú, Santander e Banco do Brasil já oferecem soluções digitais para clientes

  • Participação no mercado de concessão de crédito segue pequena para fintechs (menos de 0,1%)

O avanço das fintechs e bancos digitais despertou a crescente busca por tecnologia por parte dos grandes bancos tradicionais. Preocupados com a competição, os incumbentes seguem investindo pesado na modernização de sistemas e na oferta de soluções menos burocráticas e com preços mais em conta para os clientes.

Leia também:

O Itaú, por exemplo, criou a conta digital iti, enquanto o Bradesco segue com o banco digital Next. Já o Santander oferece o Superdigital, mirando na parcela da população que não utiliza o sistema financeiro, e o Banco do Brasil continua aprimorando a Carteira bB.

De acordo com uma pesquisa da consultoria SoluCX, Nubank, Inter e PagBank lideram o índice de satisfação do cliente (NPS), mas apesar disso, as fintechs e bancos digitais ainda têm uma parcela bem pequena no que diz respeito ao mercado de concessão de crédito, responsável por 60% da receita bancária e principal linha de relacionamento com o cliente.

De acordo com a Moody’s, a participação das fintechs era de menos e 0,1% em março, ao passo que os bancos digitais representavam 1,4%. Quem segue controlando o mercado são os cinco maiores bancos do país.