Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.318,84
    +76,23 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Bancos russos querem banir carteiras de criptomoedas

·2 min de leitura
Carteira com diversas criptomoedas.
Carteira com diversas criptomoedas.

Poucas semanas após o Parlamento Europeu aprovar uma lei contra a privacidade, agora bancos da Rússia querem copiar este modelo. Segundo informações do site Iz, a Associação dos Bancos da Rússia (ADB) está pedindo que carteiras de criptomoedas de auto-custódia — ou seja, aquela cujo usuário tem o controle — devem ser banidas no país.

O pedido foi feito através de uma carta, enviada diretamente ao Banco Central da Rússia, bem como a outros departamentos. A justificativa é que tais carteiras tornam possíveis apreensões difíceis, ao contrário de fundos armazenados por terceiros, como exchanges ou bancos.

Caso o projeto vá adiante, isso pode ter graves consequências para os russos. Afinal, a auto-custódia é um dos maiores benefícios das criptomoedas, o controle sobre seu dinheiro, tanto que há um bordão sobre isso.

As chaves não são suas, as moedas não são suas

Além do Bitcoin ser considerado como uma proteção contra a inflação, por ter uma oferta máxima e com emissão controlada pela matemática, outra característica marcante desta criptomoeda é a capacidade de ser um ativo anti-censura.

Tal uso já foi provado durante os protestos dos caminhoneiros no Canadá no início deste ano. Na oportunidade, o governo canadense ordenou o congelamento de contas dos protestantes que, por sua vez, começaram a usar o Bitcoin como dinheiro.

Indo além, a auto-custódia também evita confiscos, como no caso do Plano Collor no Brasil nos anos 90. Afinal, o dinheiro é seu e ninguém deveria conseguir bloquear seu acesso a ele.

Rússia mira carteiras de auto-custódia

Embora não especifique os reais motivos, a Associação de Bancos da Rússia (ADB) não pensa que o indivíduo mereça ter controle sobre seu próprio dinheiro. Desta forma, a ADB enviou uma carta ao Banco Central do país. Sendo mais específico, os russos deveriam declarar os montantes que possuem em tais carteiras.

A desculpa usada pela Associação é que o confisco de criptomoedas, de criminosos e pessoas com dívidas, é difícil caso usem tais carteiras. Contudo, mais difícil ainda é acreditar que bandidos seguirão esta lei. Portanto, como sempre, a conta sobra para aqueles que não tem nada a ver com a história e só querem proteger seu dinheiro.

Além disso, é difícil que alguém se sinta seguro com o governo tendo um banco de dados contendo uma lista com nomes e montantes em custódia. Afinal, esses dados podem vazar facilmente, fazendo com que estas pessoas virem alvos de roubos, sequestros, extorsões e outros crimes.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos