Mercado fechado

Bancos multilaterais anunciam ajuda a Guatemala, Honduras e Nicarágua após furacão

·1 minuto de leitura
Membros do Corpo de Bombeiros resgatam moradores de campos de banana, após a passagem do furacão Eta, no setor de El Progreso, departamento de Yoro, 240 kms ao norte de Tegucigalpa, em 7 de novembro de 2020
Membros do Corpo de Bombeiros resgatam moradores de campos de banana, após a passagem do furacão Eta, no setor de El Progreso, departamento de Yoro, 240 kms ao norte de Tegucigalpa, em 7 de novembro de 2020

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), assim como o Banco Mundial e o Banco Centro-Americano de Integração Econômica (BCIE), anunciou nesta segunda-feira um plano de apoio para responder rapidamente aos danos causados pelo furacão Eta em Guatemala, Honduras e Nicarágua.

As três instituições financiarão "ajuda humanitária e trabalhos de reconstrução nos três países", informaram as instituições, em declaração divulgada após uma reunião remota.

Essas três nações centro-americanas sofreram na semana passada com a passagem do Eta, que atingiu a Nicarágua como furacão de categoria 4 e deixou mais de 200 mortos, além de um prejuízo milionário envolvendo residências, estradas e plantações.

Segundo os bancos, a assistência conjunta apoiará os governos na avaliação dos danos, entrega de ajuda às populações afetadas e no planejamento para a reconstrução da infraestrutura danificada, "com linhas de crédito e assistência técnica".

nl/mas/dga/lb