Mercado fechado

Bancos lideram avanço de índices europeus após alta de juros recorde do BCE

Salão da Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Shreyashi Sanyal e Devik Jain

(Reuters) - As ações europeias subiram nesta quinta-feira, lideradas por ganhos nos papéis de bancos, depois que o Banco Central Europeu (BCE) promoveu o maior aumento das taxas de juros de sua história para combater a inflação, que está em máxima em meio século e se aproxima do território de dois dígitos.

O BCE elevou sua taxa de depósito em 0,75 ponto percentual, como amplamente esperado, e prometeu novos ajustes em um esforço para trazer a inflação de volta à meta de médio prazo de 2% do banco central.

"Vemos a decisão de hoje a favor do movimento maior (dos juros) como um sinal para os mercados de que o banco central está empenhado em recuperar suas credenciais de combate à inflação e que está disposto a aceitar os custos em termos de crescimento menor para garantir a estabilidade de preços", escreveram economistas do Morgan Stanley em nota.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,50%, a 414,09 pontos, em uma sessão volátil, com bancos subindo 2,3%, uma vez que o BCE abandonou seu sistema de dois níveis para a remuneração das reservas excedentes.

"Anteriormente, o BCE costumava compensá-los por emprestar a taxas de juros negativas e agora isso não vai acontecer, mas ao mesmo tempo eles não serão penalizados por ganhar mais dinheiro com taxas positivas, o que foi recebido de forma muito positiva pelos investidores", disse Sumit Kendurkar, operador sênior da Optiver em Amsterdã.

O setor de recursos básicos avançou 1,5%, em uma tentativa de se recuperar de baixas de mais de 2% causadas por dados decepcionantes do comércio da China publicados na quarta-feira, em meio a preocupações com a demanda por metais.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,33%, a 7.262,06 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,09%, a 12.904,32 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,33%, a 6.125,90 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,88%, a 21.678,08 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,78%, a 7.916,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,47%, a 5.965,70 pontos.