Mercado abrirá em 8 h 19 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,35 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,43 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,59
    -0,17 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.802,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    23.825,55
    +508,31 (+2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,66
    +13,79 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,07 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.228,71
    +182,94 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    27.979,46
    -269,78 (-0,95%)
     
  • NASDAQ

    13.212,00
    +28,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2117
    +0,0023 (+0,04%)
     

Bancos chineses pagarão alguns clientes após protestos

Clientes de bancos de áreas rurais da China cujos saques foram congelados poderão recuperar parte de seu dinheiro a partir de sexta-feira, anunciaram as agências reguladoras, após um grande protesto no fim de semana.

O setor bancário rural da China foi atingido pelos esforços de Pequim para conter uma bolha imobiliária e o crescente endividamento do setor, uma restrição financeira que teve consequências em toda a economia do país.

Fragilizados pela desaceleração econômica, quatro bancos da província de Henan congelaram os saques em meados de abril, o que deixou milhares de correntistas sem recursos e provocou manifestações.

No domingo, milhares de pessoas protestaram diante da sucursal do Banco Central da China em Zhengzhou, capital da província de Henan, para exigir seu dinheiro e acusaram as autoridades de inação e até conivência com os bancos.

Alguns manifestantes foram espancados por indivíduos não identificados e obrigados a subir em ônibus da polícia, segundo testemunhas e fotos publicadas nas redes sociais e verificadas pela AFP.

Na segunda-feira à noite, o regulador de bancos e seguros da província de Henan anunciou que alguns correntistas poderão recuperar o dinheiro de volta.

Clientes individuais com depósitos de até 50.000 yuanes (US$ 7.422) receberão o dinheiro a partir de sexta-feira, segundo comunicado do regulador.

As formas de pagamento para os demais correntistas serão anunciadas posteriormente.

A polícia anunciou no domingo a detenção de pessoas supostamente pertencentes a uma organização criminosa acusada de controlar vários bancos locais desde 2011 e de fazer transferências ilegais por meio de empréstimos fictícios.

No entanto, a maioria dos correntistas prejudicados se mostrava cética, nesta terça-feira, em relação ao anúncio do regulador.

"As pessoas que têm mais de 50.000 yuans terão que continuar esperando para sempre", escreveu uma pessoa em um bate-papo em grupo na rede social WeChat.

Os bancos de Henan fazem parte de um grupo maior de bancos de pequeno porte afetados por problemas de liquidez e gestão.

Já os protestos são raros na China, país onde as autoridades são obcecadas pela estabilidade social a qualquer preço e onde a oposição é rapidamente reprimida.

Mas pessoas desesperadas conseguem, ocasionalmente, organizar grandes manifestações. A polícia costuma ser mais tolerante com protestos econômicos e financeiros do que com protestos políticos.

No mês passado, as autoridades de Henan foram criticadas depois de supostamente manipular passes de saúde para impedir que correntistas prejudicados participassem dos protestos.

O passe de saúde é necessário na China para acessar a grande maioria dos prédios, shoppings, locais públicos e alguns meios de transporte.

"Apesar da pequena quantidade de ativos envolvidos" no caso Henan, "as repercussões sociais do incidente podem ser significativas se não forem tratadas adequadamente", observou o ANZ Bank em nota.

Alguns manifestantes de domingo acusaram as autoridades de conivência com os bancos locais para reprimir os protestos.

tjx/oho/dva/mas/atm/fp/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos