Mercado abrirá em 2 h 12 min

Banco Votorantim tem lucro de R$ 355 mi no trimestre, alta anual de 32,4%

Álvaro Campos

Receita da instituição controlada pelo BB e pela família Ermírio de Moraes cresceu 9%, a R$ 1,945 bilhão. O Banco Votorantim, controlado pelo Banco do Brasil e pela família Ermírio de Moraes, teve lucro de R$ 355 milhões no terceiro trimestre de 2019, com alta de 32,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita cresceu 9%, a R$ 1,945 bilhão.

A carteira de crédito do Votorantim teve expansão de 8%, a R$ 64 bilhões. Mais da metade dela (R$ 37,3 bilhões) é de crédito para veículos. A inadimplência total avançou para 4,6% no terceiro trimestre, de 4,4% no segundo e 4,2% no terceiro trimestre do ano passado.

Banco Votorantim se prepara para realizar IPO

“No acumulado de 2019, a margem financeira bruta obteve um aumento de 14%, reflexo do crescimento da rentabilidade em todos os negócios do banco e da maior participação do varejo no portfólio. Também avançamos nos indicadores de eficiência operacional graças à continuidade de nossa transformação digital”, diz em nota Rodrigo Tremante, diretor executivo de finanças e relações com investidores.

O retorno (ROE) ficou em 15,1% no terceiro trimestre, de 11,9% no mesmo período do ano passado. O índice de Basileia ficou em 15,7%, sendo 12,1% de capital nível 1.